3ª parte Chakras – Laríngeo e Cardíaco

Chakras LaringeoEntendendo melhor sobre cada um deles

Assim como há a anatomia do corpo físico, podemos perceber também uma anatomia espiritual (ou sutil) no Ser Humano. Nela estão inúmeros chakras e centros energéticos. Dando continuidade ao artigo Chakras – entendendo sua importância, começamos uma série de artigos onde ressaltaremos os 12 principais Chakras de nosso corpo, mostrando as características de cada um deles.

12 prinicpais ChakrasAbaixo trazemos mais dois destes vórtices que funcionam como usinas geradoras de energia do corpo:

5 – Chakra Laríngeo

O Chakra Laríngeo controla e comanda a Glândula Tireoide, que fica no meio da garganta. Estritamente associado à objetividade e à praticidade. É o centro da expressão da mente concreta, relacionado à inteligência concreta e ao discernimento.

Um centro de força Laríngeo bem desenvolvido é requisito para a transformação de ideias em planos, praticar atividades organizadas e resultados. Se esse centro for desenvolvido em excesso, sem considerar o coração, a pessoa se torna excessivamente crítica e muito meticulosa.

Chakras Cardíaco6 – Chakra Cardíaco

São dois pontos, o Anterior, mais ou menos no meio do osso Esterno (um osso chato, plano e ímpar que apresenta 3 partes: manúbrio, corpo e processo xifoide) e seguindo na mesma direção o Posterior.

O chakra Cardíaco Anterior controla e comanda a Glândula Timo, o sistema imunológico e o coração em termos físicos. Já o Chakra Cardíaco Posterior controla o pulmão.

Em geral, estes dois pontos são os centros de forças mais familiar às pessoas. Está relacionado à inteligência emocional, ao carisma e à natureza do amor. As faculdades do amor, compaixão, altruísmo e benevolência utilizam o centro cardíaco, especialmente guiado pela natureza do amor incondicional estimulada pelo Chakra Coronário.

Esse centro do amor se expande, ou se contrai, de acordo com a atividade e a emoção projetadas ou recebidas pelo indivíduo. Quando nos apaixonamos ou fazemos coisas boas para os outros, sentimos uma sensação aconchegante e agradável na região do peito, do mesmo modo quando uma pessoa fere a outra, o peito fica pesado, contraído e fechado.

Ao ativar esse centro, pode-se sentir amor, paz, felicidade e inclusive adquirir naturalmente a capacidade de perdoar os outros.

Veja também:

Namastê.

😉

Anúncios

1ª parte Chakras – Egóico e Coronário

Chakra Egoico - capaEntendendo melhor sobre cada um deles

Dando continuidade ao artigo Chakras – entendendo sua importância, trazemos uma série de artigos onde ressaltaremos os 12 principais Chakras de nosso corpo, mostrando as características de cada um deles.

Assim como há a anatomia do corpo físico, podemos perceber também uma anatomia espiritual (ou sutil) no Ser Humano. Nela estão inúmeros chakras e centros energéticos.

12 prinicpais Chakras

Abaixo descrevemos dois destes vórtices, que funcionam como usinas geradoras de energia do corpo:

1- Egóico

Centro Egóico, conhecido como “chakra esotérico”, fica 12 polegadas (30,5 cm) acima do topo da cabeça.

Mesmo não sendo conhecido pela maioria dos praticantes de Yoga e meditadores, trata-se de um dos chakras mais importantes na meditação esotérica, principalmente para praticantes mais avançados.

O centro Egóico, também conhecido como o chakra da alma encarnada ou do Ego, funciona como um grande software de encarnação para a personalidade completa. É o transmissor da força, do amor e da luz divina, além de ser mediador entre a alma e a personalidade. Não está ativo na maioria das pessoas, a menos que elas venham a desenvolver e utilizar a mente mais elevada ou abstrata.

2-  Coronário

Localizado no topo da cabeça, quando é estimulado com regularidade, esse chakra armazena as forças da intuição, do amor incondicional e da sabedoria, além de levar inspiração à alma.

Sendo um dos centros energéticos mais importantes, deve ser ativado e fortalecido para uma meditação avançada. Importante para o desenvolvimento de faculdades mais elevadas, o que leva à vivencia da iluminação ou expansão da consciência.

Estimula às virtudes da benevolência, do altruísmo, do sacrifício, do desprendimento, da consciência global, da intuição, da visão espiritual, da sabedoria, da serenidade, do contentamento e da inspiração.

Controla e comanda as funções centrais do Cérebro, incluindo a glândula pineal, considerada a principal das glândulas endócrinas.

Veja também:

Namastê.

😉