Crudivorismo como filosofia alimentar

Para os crudívoros, a apreciação do alimento cru é um estilo de vida. Essa filosofia alimentar acredita que é muito saudável comer verduras, frutas, raízes, legumes, castanhas, sementes e grãos ao natural ou cozidos até 45° C, pois dessa forma as enzimas que levam os nutrientes às células do corpo humano não são perdidas. A ação de refogar no forno ou no fogão é esquecida.

Crudivorismo é um estilo de vida a base de alimentos biogênicos, bioativos crus – chegando a serem chamados de alimentos vivos. Não é uma dieta e nem uma terapia para tratamento de doenças, é um estilo de vida saudável que promove mudanças no ambiente do nosso corpo para que a saúde se estabeleça.

crudivorismo-saladaA alimentação crudívora não se baseia só em saladas e sucos. A combinação de alimentos pode gerar receitas deliciosas, como “macarrão” de abobrinha e “arroz” de couve-flor. Gustavo Geraissati, chef do restaurante Mangalô (SP) recomenda caprichar nos temperos e molhos: “Inclua orégano ou faça um molho de capim-santo com aspargos ao azeite e limão, fica ótimo!”.

E nada de descuidar da higienização de cada item. Fábio Bicalho, nutricionista clínico e funcional, aconselha verificar se a comida foi refrigerada corretamente e atentar-se para a lavagem. “Lave em água corrente e mergulhe por 20 minutos em uma solução de 1 litro de água com uma colher (sopa) de água sanitária”.

crudivorismo-vegetais-e-suas-cores-pngPrós e contras

A adoção de uma dieta restrita ao cru mantém nos alimentos uma série de vitaminas e fitonutrientes que previnem doenças crônicas e podem melhorar a função celular. Outro ponto positivo é a clorofila, que gera oxigenação celular e ainda ajuda no processo de equilíbrio ácido do corpo. Tudo isso contribui para um melhor funcionamento físico, pois gera mais energia.

A nutricionista Isabella Duarte, especialista em dietas vegetarianas e veganas,  faz uma ressalva: a digestão pode se tornar um problema. No crudivorismo é comum consumir sementes germinadas de feijão, lentilha e grão de bico, que não têm boa digestibilidade. “Quando cozidos, o corpo digere bem melhor esses alimentos específicos”, explica Isabella.

Teorias como a Terapia de Gerson, levanta estudos sobre enzimas e digestão, buscando entender os benefícios e os problemas desse hábito alimentar. Essa terapia, por exemplo, propõe o tratamento do câncer por mecanismos de cura do nosso próprio corpo, estimulados pelas enzimas de alimentos.

Nessa teoria e na proposta do médico Edward Howell, um dos principais pesquisadores de enzimas, afirma-se que a falta dessas enzimas na comida cozida é ainda uma das maiores razões do envelhecimento e morte precoce.

capa-livro-saude-frugal-eduardo-corassaInteressou sobre o assunto? No Brasil temos já um movimento consistente sobre o consumo de alimentos crus. Uma boa dica vem para o livro Saúde Frugal, do autor Eduardo Corassa, que em seu site publica vídeos com receitas práticas.

Fontes: [ crudivorismo.com.br ] [ metropoles.com ] [ dietaja.uol.com.br ] [ saudefrugal.blogspot.com.br ]

 

Anúncios

Escalada no Jogos Olímpicos Tóquio 2020

escalada-nas-olimpiadas-de-toquio-2020-paredeSurfe, skate, beisebol, escalada e caratê farão parte do programa olímpico nos Jogos de Tóquio 2020. A inclusão dos cinco esportes foi confirmada por unanimidade pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), durante o congresso da entidade no Rio de Janeiro, dia 03 de agosto de 2016.

A inclusão dos cinco esportes faz parte do pacote de reformas iniciadas pelo presidente do COI, Thomas Bach, em dezembro de 2014. A ideia é que os anfitriões dos Jogos tenham a chance de trazer ao ambiente olímpico esportes que sejam mais populares em seus países, com intenção de aumentar a audiência e atrair potenciais patrocinadores. Porém, a decisão de incluir um ou outro esporte vale apenas para a edição da Olimpíada em questão, não havendo garantia de presença na edição seguinte.

De acordo com o Comitê Tóquio 2020, a inclusão dos novos esportes resultará no acréscimo de mais de 400 atletas em 18 disputas por medalhas nos Jogos Olímpicos. Quando o processo de inclusão de outras modalidades foi aberto, mais de 200 se inscreveram.

escalada-nas-olimpiadas-de-toquio-2020-capaSobre o quinteto escolhido

Nada menos que 26 esportes manifestaram o desejo de participar do programa olímpico em Tóquio e fizeram parte de um processo seletivo que levou em conta não apenas a missão do COI de rejuvenescer a audiência da Olimpíada, mas também os interesses comerciais dos anfitriões japoneses.

O skate, o surfe e a escalada artificial são modalidades ligadas ao público mais jovem, e os dois primeiros são a ponta de lança da indústria dos esportes radicais. O caratê é uma arte marcial inventada no Japão e o beisebol, apesar de um esporte tipicamente americano, tem popularidade absurda no país asiático.

O comitê organizador de Tóquio 2020 aproveitou-se de uma nova regra que permite às cidades-sedes proporem a inclusão de esportes em sua própria competição. Com a exceção do beisebol, que esteve no programa olímpico até 2008, os esportes serão estreantes.

escalada-proposta-olimpica-toquio-2020A competição de Escalada

Inspirada pelo formato adotado no levantamento olímpico (que leva em consideração mais de uma habilidade para premiação) a proposta da Federação Internacional de Escalada Esportiva (IFSC) para o Comitê Olímpico Internacional contempla uma só premiação.

Os atletas serão combinados em três disciplinas, que atualmente já fazem parte da Copa do Mundo e do Campeonato Mundial, mas são realizadas separadamente:

  • Escalada de Dificuldade (Vias guiadas)
  • Escalada de Boulder
  • Escalada de Velocidade

Em outras palavras significa que os escaladores deverão necessariamente participar de cada uma das disciplinas e somar pontos para um ranking. O melhor colocado nesta competição será premiado como o campeão.

O formato de ranking global é utilizado nos dois campeonatos utilizados pelo IFSC, porém agora cada atleta deve pontuar em outra disciplina.

Haverá somente um pódio (1º, 2º e 3º lugar) para categoria masculina e outro para a feminina.

Fontes: Site Globo Esporte/ BBC News / Blog Escalada

6ª Parte Chakras –

Chakras e sua importância - mãosEntendendo melhor sobre cada um deles

Assim como há a anatomia do corpo físico, podemos perceber também uma anatomia espiritual (ou sutil) no Ser Humano. Nela estão inúmeros chakras e centros energéticos. Dando continuidade ao artigo Chakras – entendendo sua importância, começamos uma série de artigos onde ressaltaremos os 12 principais Chakras de nosso corpo, mostrando as características de cada um deles.

12 prinicpais ChakrasAbaixo trazemos os dois últimos destes vórtices que funcionam como usinas geradoras de energia do corpo:

Símbolo chakra sexual

Símbolo chakra sexual

11- Chakra Sexual

Localizado na frente da região púbica e dos órgãos reprodutivos. É responsável pela vitalidade sexual, pela procriação e, indiretamente, pela criatividade.

Há uma relação direta entre a energia sexual, a criatividade e o sucesso. As pessoas criativas, em geral, são sexuais por natureza e com tendência a serem inteligentes, inovadoras e artísticas. Um senso de humor bem desenvolvido também é uma expressão de criatividade e está relacionado à energia sexual.

O magnetismo pessoal pode ser melhorado pela força do centro sexual, juntamente com a energia magnética do coração. Em muitas instâncias, o sucesso e a realização estão relacionados ao carisma pessoal e a uma presença magnética que desenvolve a liderança motivacional e o poder de influenciar.

Há uma técnica para usar a energia do centro sexual para energizar o cérebro e a mente, a fim de prevenir a derrocada senil que chega com a idade. Não seria ótimo envelhecer mantendo-se jovem, ter apelo sexual e ser mentalmente brilhante até o último suspiro?

Símbolo chakra básico

Símbolo chakra básico

12- Chakra Básico

Fica na região do cóccix, no final da coluna. Ele governa a vontade primária de sobreviver e a capacidade de materializar objetivos.

Esse centro energético também está associado à força e à saúde dos quadris, pernas, joelhos, pés, músculos e ossos. É necessário para uma perspectiva de vida prática e assentada, que equilibra realização espiritual e sucesso material.

O Chakra Básico controla e regula o reparo e a regeneração dos tecidos do corpo, os sistemas muscular e a coluna vertebral.

É muito importante pela saúde física e pelos instintos de sobrevivência material.

Também está diretamente relacionado aos Chakras Ajna, Meng Mein (Posterior do Umbigo), Umbigo, Sexual e o Períneo, qualquer fraqueza no Chakra Básico todos eles serão afetados diretamente.

 

Veja também:

 

Namastê.

😉

Coletivo “Detroit Soap” ouve ideias que melhorem a cidade

4 minutos para sua ideia

4 minutos para sua ideia

Detroit já foi um grande centro manufatureiro nos EUA, mas vive reflexos da falência econômica de 2013 que levou a desemprego e abandono da população atrás de mais oportunidades. Na tentativa de ajudar a cidade americana a se reerguer, um projeto de financiamento coletivo chamado “Detroit Soup”, cria ciclos de encontros onde nascem ideias que valorizem ações de cidadãos.

Nascido em 2010, o movimento reúne voluntários que organizam um conceito simples: cada participante paga US$ 5 para entrar e ouvir três ou quatro pessoas apresentar uma ideia de como melhorar a comunidade local. Cada apresentador tem no máximo quatro minutos para “vender” sua ideia, e recursos como PowerPoint são proibidos. A plateia pode fazer, no máximo, quatro perguntas.

Quando as apresentações terminam, uma sopa é servida, O público então debate entre si e votam na sua ideia favorita. A vencedora leva todo o dinheiro arrecadado na bilheteria e usa-o para financiar seu projeto, com a promessa de voltar ali em três meses e relatar seu progresso.

 

Detroit Soap - reúne pessoas para debater como melhorar a cidade

Detroit Soap – reúne pessoas para debater como melhorar a cidade

95ª sopa (março de 2015)

Com uma pequena equipe voluntária, um salão vazio é rapidamente enchido com mesas repletas de pão e sopa. Os participantes logo chegam com bandejas de bolos, doces e potes de comida. Em uma típica noite de inverno no Estado de Michigan, de neve e baixas temperaturas (-15ºC), muitas pessoas ficariam pouco entusiasmadas em sair de casa.

Amy Kaherl, 33, fundadora do Detroit Soup

Amy Kaherl, 33, fundadora do Detroit Soup

Mas “as ‘sopas’ de inverno sempre vão bem”, diz Amy Kaherl, 33, fundadora do Detroit Soup, enquanto preparava um dos eventos. “As pessoas ficam felizes em poder sair da hibernação. Hoje fazemos nossa 95ª sopa e até hoje já arrecadamos mais de US$ 85 mil”, ela diz.

Kaherl e seus amigos começaram o projeto com o objetivo de ajudar artistas locais a realizar sua ambição criativa. Passados cinco anos, o “Soup” se tornou um amplo movimento na cidade, indo muito além da comunidade artística.

Nessa noite, as ideias que disputavam financiamento incluíam um projeto de agricultura urbana, uma biblioteca comunitária para o Mês da História Negra e um grupo de apoio para pessoas sob risco de serem despejadas.

Em seu princípio, o Detroit Soup era comandado dentro de uma padaria local. Quarenta pessoas participaram do primeiro evento, que arrecadou US$ 110 para um projeto de arte local.

O projeto cresceu e agora ocupa um antigo estúdio cinematográfico, antes usado para produzir peças publicitárias do Exército americano. E as ideias vencedoras costumam receber financiamento superior a US$ 1 mil.

Já foram financiados uma companhia de teatro que realiza apresentações gratuitas de Shakespeare; um grupo que constrói bancos para pontos de ônibus; e uma empresa start-up que transforma pedaços de muros grafitados em joias.

O maior sucesso do projeto chama-se Empowerment Plan: uma organização sem fins lucrativos que produz casacos que podem ser convertidos em sacos de dormir. Eles são doados aos sem-teto da cidade.

A fundadora da ideia, Veronika Scott, apresentou-a em 2010, quando ainda era estudante. Para sua surpresa, ela arrecadou US$ 850. Pouco dinheiro, mas bem o que ela precisava.

“O dinheiro só vai até um ponto, e foi gasto rapidamente. Foi o voto (do público da Sopa) que fez a diferença — o voto de confiança”, diz Scott. “Foi a primeira vez que eu falei do projeto em público, e as pessoas disseram: ‘Isso pode virar um ótimo negócio e você deve tentar concretizá-lo’.”

Após sua vitória na Sopa, a imprensa cobriu a história, o que atraiu investidores e vem fazendo o coletivo crescer.

😉

O cidadão no comando das cidades, fazendo delas bons cenários para se viver.

 

Fonte: BBC Brasil 

 

5ª Parte Chakras – Umbigo e “Meng Mein”

Fortalecendo os chakrasEntendendo melhor sobre cada um deles

Assim como há a anatomia do corpo físico, podemos perceber também uma anatomia espiritual (ou sutil) no Ser Humano. Nela estão inúmeros chakras e centros energéticos. Dando continuidade ao artigo Chakras – entendendo sua importância, começamos uma série de artigos onde ressaltaremos os 12 principais Chakras de nosso corpo, mostrando as características de cada um deles.

12 prinicpais Chakras

Abaixo trazemos mais dois destes vórtices que funcionam como usinas geradoras de energia do corpo:

9 – Umbigo 

Chakra muito utilizado por mestres de meditação, das artes Marciais e também pelos praticantes de Yoga, conhecedores de técnicas meditativas avançadas.

Quando adequadamente ativado, ele pode melhorar:

  • A força interna para resistência e o rejuvenescimento do corpo físico;
  • A absorção, assimilação e circulação da vitalidade interna como reserva de força;
  • A velocidade, os instintos e a agilidade nas reações físicas e movimentos;
  • Bons instintos e inteligência na tomada de decisões;
  • Potência sexual;
  • Melhora do desempenho para atividades físicas;
  • Melhora na tomada de decisões também nos negócios.

 

10 – Chakra Meng Mein

Também conhecido como Posterior do Umbigo, pois está nas costas, seguindo na direção do umbigo. Controla a glândula supra renal e os rins. Geralmente não é mencionado em textos de Yoga, mas os chineses o utilizam principalmente nas artes marciais.

Esse chakra tem uma função muito importante na ativação da energia interna, pois ajuda a energia circular na direção ascendente. Funciona como um bombeamento de energia do chakra básico para os chakras superiores. Também está diretamente relacionado ao Chakra Sexual.

Se esse centro for excessivamente ativado, a pressão arterial pode aumentar (esse é o perigo de usá-lo). Não se deve tentar energizar esse centro, a menos que seja um especialista na ciência da cura avançada (Terapia Prânica) e que saiba como inibir o Chakra Posterior do Umbigo ou Meng Mein se este for excessivamente despertado.

Veja também:

Namastê.

😉

Espetáculo “Oe” transita entre o sonho e a memória

Espetáculo Oe - capa

 Espetáculo aborda autossuperação

A peça “OE” é um solo com dramaturgia inédita e inspirada na obra do escritor japonês Kenzaburo Oe. Toma como referência, em específico, o livro “Jovens de um novo tempo, despertai!”. O espetáculo não dramatiza essa ficção do autor nipônico, mas encontra nela impulso para a abertura de imaginários.

Na história, ao reconhecer a possibilidade iminente da morte, um homem escreve para o seu filho primogênito, que possui severa deficiência intelectual, um livro contendo a definição de todas as coisas existentes no mundo. Neste projeto urgente e impossível, nasce um sonho: no dia da sua morte, toda a sua experiência acumulada fluiria para o espírito inocente do garoto.

Espetáculo Oe - Ator Eduardo OkamotoA peça nasce a partir da busca das origens nipônicas do ator Eduardo Okamoto e tem texto do dramaturgo Cássio Pires.

Pelo romance autobiográfico, Kenzaburo Oe recebeu o Prêmio Nobel de Literatura em 1994. Para o espetáculo usa-se as passagens de autossuperação da obra, abrindo espaço para caminhos que transitam entre sonho e memória, palavras e silêncios. No livro, o autor fala da enfermidade do filho, que só desenvolveu a falar depois dos seis anos de idade, aprendendo com o som dos pássaros.

Serviço:

  • Onde: Sesc Consolação – Espaço beta – 3º andar – Rua Dr. Vila Nova, 245 – Vila Buarque – Centro. Telefone: 3234-3000.
  • Ingresso: R$ 6 a R$ 20. 
  • Quando: Segunda à quarta às 20h – Até 3/6
  • Classificação: 12 anos

😉

 

Fontes: Guia da Folha / Festival Teatro Curitiba

4ª parte Chakras – Plexo solar e Baço

Chakra Plexo Solar - simboloChakras entendendo melhor sobre cada um deles

Assim como há a anatomia do corpo físico, podemos perceber também uma anatomia espiritual no Ser Humano. Nela estão inúmeros chakras e centros energéticos. Dando continuidade ao artigo Chakras – entendendo sua importância, começamos uma série de artigos onde ressaltaremos os 12 principais Chakras de nosso corpo, mostrando as características de cada um deles.

12 prinicpais Chakras

Abaixo trazemos dois destes vórtices que funcionam como usinas geradoras de energia do corpo:

Chakra Plexo solar7 – Chakra Plexo Solar

São dois pontos energéticos, o Anterior no final do Esterno ou processo xifoide e seguindo na mesma direção o Posterior. São centros responsáveis pela paixão, pelo desejo e pelas emoções inferiores, tanto positivas quanto negativas. Estimula a energia da coragem, do compromisso e da determinação, as três qualidades importantes para obtermos sucesso em nossos objetivos.

Controla os órgãos internos na área abdominal, incluindo o diafragma e o pâncreas. Também funciona como distribuidor das energias (Pranas) inferiores e superiores. Esse centro também acumula o estresse, o medo, a raiva, o nervosismo e os sentimentos de culpa.

O chakra do plexo solar exige atenção e precisa estar sempre em equilíbrio. Sua energia também exacerba a ganância e o egoísmo, características contrárias às necessárias para se alcançar a realização na vida.

Com a ajuda do chakra Cardíaco, ativado e bem desenvolvido, podemos transformar o impacto negativo do Chakra do Plexo Solar.

Este Chakra é o primeiro a ser afetado para quem faz uso de drogas lícitas ou ilícitas:

Álcool O desejo incontrolável de beber deve-se á existência de grandes elementais encravados no Chakra do Plexo Solar, no Laríngeo e no secundário do Laríngeo. O tamanho desses Elementais varia e, em alguns casos, pode atingir de 8 a 10 cm de diâmetro.

Drogas Ilícitas No caso desses dependentes, os elementais são ainda maiores e mais fortes. Além de fendas, a rede elétrica dessas pessoas tem grandes perfurações ou buracos. As redes protetoras dos chakras do Plexo Solar, do Laríngeo, do secundário do Laríngeo, Ajna e da Coroa estão furados. Como consequência, a pessoa tem alucinações visuais e auditivas. As redes protetoras dos Chakras menores das Orelhas também são afetadas. Se o paciente é agitado e não consegue dormir, a rede protetora do Chakra da Base também já foi afetada. Os pacientes viciados de uma forma geral têm o corpo energético exaurido, os Chakras da Base, do Umbigo, do Baço e do Plexo Solar estão com depleção. Esse é um dos principais motivos por que os dependentes de drogas sentem impulso incontrolável para usá-las.

 

Absorvendo ar - pranayama8 – Baço

Esse centro é um gerador de vitalidade e ajuda o corpo físico a purificar suas toxinas. É um chakra muito importante para a manutenção da boa saúde.

Está localizado logo abaixo da cavidade da costela, à esquerda do estômago. Quando esse chakra está fraco, as pessoas tendem a serem depressivas e seu nível de energia é afetado até por condições climáticas ruins, principalmente se houver pouca exposição ao sol.

O centro do Baço precisa definidamente estar ativo sempre, psicológica e espiritualmente, e saudável para obter grandes resultados na vida. É responsável pela absorção do ar, digerindo esse Prana em muitas cores e distribuindo-as para os outros chakras, através de diferentes Nadis (como se fossem as veias sutis) ou Meridianos.

Veja também:

Namastê.

😉