1ª parte Chakras – Egóico e Coronário

Chakra Egoico - capaEntendendo melhor sobre cada um deles

Dando continuidade ao artigo Chakras – entendendo sua importância, trazemos uma série de artigos onde ressaltaremos os 12 principais Chakras de nosso corpo, mostrando as características de cada um deles.

Assim como há a anatomia do corpo físico, podemos perceber também uma anatomia espiritual (ou sutil) no Ser Humano. Nela estão inúmeros chakras e centros energéticos.

12 prinicpais Chakras

Abaixo descrevemos dois destes vórtices, que funcionam como usinas geradoras de energia do corpo:

1- Egóico

Centro Egóico, conhecido como “chakra esotérico”, fica 12 polegadas (30,5 cm) acima do topo da cabeça.

Mesmo não sendo conhecido pela maioria dos praticantes de Yoga e meditadores, trata-se de um dos chakras mais importantes na meditação esotérica, principalmente para praticantes mais avançados.

O centro Egóico, também conhecido como o chakra da alma encarnada ou do Ego, funciona como um grande software de encarnação para a personalidade completa. É o transmissor da força, do amor e da luz divina, além de ser mediador entre a alma e a personalidade. Não está ativo na maioria das pessoas, a menos que elas venham a desenvolver e utilizar a mente mais elevada ou abstrata.

2-  Coronário

Localizado no topo da cabeça, quando é estimulado com regularidade, esse chakra armazena as forças da intuição, do amor incondicional e da sabedoria, além de levar inspiração à alma.

Sendo um dos centros energéticos mais importantes, deve ser ativado e fortalecido para uma meditação avançada. Importante para o desenvolvimento de faculdades mais elevadas, o que leva à vivencia da iluminação ou expansão da consciência.

Estimula às virtudes da benevolência, do altruísmo, do sacrifício, do desprendimento, da consciência global, da intuição, da visão espiritual, da sabedoria, da serenidade, do contentamento e da inspiração.

Controla e comanda as funções centrais do Cérebro, incluindo a glândula pineal, considerada a principal das glândulas endócrinas.

Veja também:

Namastê.

😉

Anúncios

Chakras – reconhecendo sua importância

M3361S-3034Os chakras, também chamados de centros ou vórtices de energia, são partes importantes do corpo de energia. Assim como o corpo físico tem órgãos vitais e órgãos de importância menor, o corpo de energia tem chakras grandes (maiores ou principais), pequenos (menores ou secundários) e minúsculos (mini).

São nossos principais vórtices de energia. Possuem cerca de 7,5 cm de diâmetro; chegando até 10 cm. Controlam e energizam os principais e vitais órgãos do corpo físico. Funcionam como usinas geradoras que fornecem energia vital a esses órgãos.

Quando essa usina geradora funciona mal, esses órgãos adoecem, porque não tem suficiente energia para operar adequadamente.

Os chakras menores tem cerca de 2,5 cm e podem chegar a 5 cm (de diâmetro). Já os mini chakras, algo menor que 2,5 cm. Controlam e energizam partes menos importantes do corpo físico visível. Os chakras interpenetram e se estendem para além do corpo físico.

12 prinicpais Chakras

Os chakras exercem várias funções importantes:

  1. Eles absorvem, dirigem e distribuem o prana (energia sutil contida no ar) às diferentes regiões do organismo.
  2. Eles controlam, energizam e são responsáveis pelo funcionamento adequado de todo o corpo físico e de suas diferentes partes e órgãos. As glândulas endócrinas são controladas e energizadas por alguns dos chakras principais. Essas glândulas podem ser estimuladas ou inibidas pelo controle ou manipulação desses chakras. Muitas enfermidades são em parte causadas pela instabilidade de funcionamento dos chakras.
  3. Alguns chakras são pontos ou centros de faculdades psíquicas. A ativação de certos chakras pode resultar no desenvolvimento de certas faculdades psíquicas. Por exemplo, os chakras de ativação mais fácil e segura são os chakras das mãos. Eles estão localizados no centro da palma das mãos e sua ativação permite o desenvolvimento da capacidade de sentir energias sutis e também de sentir a aura interna, a externa e da saúde.

Namastê. 😉

O valor da Yoga para mulheres

O valor da yoga para mulheres - CapaConhecida como a ciência da sabedoria universal, a Yoga traz sempre bem estar físico, mental, espiritual e muitos outros benefícios.  Algo que encaixa perfeitamente em qualquer fase da vida da mulher que a pratica regularmente.

A criança fica mais tranquila, a adolescente aprende a lidar com o turbilhão de emoções provocadas pelas alterações hormonais dessa fase de transição. Na fase adulta a mulher conta com os benefícios da Yoga para enfrentar situações de estresse, equilíbrio na gravidez, e nos conturbados momentos da menopausa conquistando boa saúde em todos os aspectos. A diminuição dos sintomas podem ser percebidos logo nos primeiros trinta dias de prática.

Os benefícios da Yoga para a mulher

Problemas de saúde como diabetes, dores nas costas e coluna, problemas cardiovasculares, hipertensão, ansiedade, depressão, dores musculares, mau funcionamento intestinal, são controlados.

Alguns deles até desaparecem definitivamente depois de algum tempo de prática da Yoga. Assim, a mulher ganha mais autoconfiança, paz interior, bom humor, disposição para enfrentar qualquer desafio.

  • Alivia a dor na lombar, comum nas mulheres antes da menstruação, durante a gravidez e próximo à menopausa.
  • Regula e alivia a ansiedade e depressão, comuns “naquele período”.
  • Fortalece os músculos abdominais, reduzindo problemas regulares nas mulheres relacionados ao “baixo ventre”.
  • Melhora o humor no cotidiano, pois ameniza os sintomas da TPM.

O valor da yoga para mulheres - TPMDurante a TPM

A prática regular de Yoga atenua os sintomas da TPM ao submeter as respostas do sistema nervoso, que passam por uma verdadeira tempestade durante essa época do mês, a auto-análise. Quem está acostumado a observar o próprio corpo durante a prática de Yoga não sentirá dificuldade em guardar distância frente às mudanças decorrentes das alterações hormonais neste período e terá melhores condições de administrá-las durante os momentos de crise. Esse entendimento vale tanto para ela quanto para quem convive com ela – clique aqui e veja artigo sobre o assunto.

O valor da yoga para mulheres - GravidezNa Gestação

A yoga durante a gestação enfatize a criação de um ambiente psicoemocional sereno para a mulher grávida e seu bebê. Diminui o estresse e ensina a relaxar e respirar durante situações difíceis ou desafiadoras.

Ajuda também no desenvolvimento de uma consciência corporal, força, flexibilidade, resistência e capacidade respiratória. Tudo que a gestante precisará durante o parto e que pode prevenir condições para que elas não venham a ser crônicas no pós-parto.

Yoga para todos, mas com ajustes

Yoga é para todos. Ninguém está excluído. Homens, mulheres, crianças, idosos ou pessoas doentes ou deficientes, não importa, o caminho do yoga é aberto a todos. No entanto, deve ser praticado de acordo com a capacidade física, mental e espiritual de cada um.

Yoga é uma, mas mulheres e homens diferem uns dos outros. Isso não significa que a ioga é diferente para um determinado tipo de corpo, mas a capacidade é diferente para cada pessoa. É apenas uma questão de como se adaptar a prática para que ela traga um equilíbrio adequado. Então, devemos entender o fato da necessidade da adoção de ajustes na prática para homens, mulheres, crianças, idosos, etc.

 O valor da yoga para mulheres - para todosNamastê.

🙂

 

Fontes: The Art of Living – Diário Feminino – Yoga para Gestantes – Yvengar Yoga

O valor da Yoga para os homens

O cantor Adam Levine

O cantor Adam Levine

Ao praticar Yôga, você aprimora o seu foco mental, livra seu sistema de toxinas, e aumenta o seu desempenho como um todo. Alcança uma maior flexibilidade, que ajudará em praticamente todos os esportes, evitando contusões, estiramentos e outros males comuns em esportes de impacto.

Conceitualmente, o objetivo do yoga é simples: atingir o estado de hiperconsciência por meio de posturas e ações específicas, principalmente alongamentos e respirações. Não existe apenas uma maneira para alcançar essa meta. No Brasil, são praticados mais de 40 diferentes tipos de yoga, com interpretações diversas. Enquanto uma modalidade foca no aspecto espiritual, a outra se concentra na exigência física, etc.

Cada uma das principais formas de fazer yoga vai te ajudar a desenvolver habilidades específicas e muito importantes. Por exemplo:

  • Ashtanga – ensina a sincronizar movimento e respiração como nenhuma outra;
  • Hatha – ajuda a entender como progredir na postura ficando na mesma posição durante 10 segundos;
  • Iyengar (pronunciado “Ayengar”) – usa elementos externos como cordas, cadeiras e travesseiros para  conseguir chegar mais longe nas posturas;
  • Flow – reforça o fluxo dos movimentos e respiração;
  • Bikram – a temperatura da sala vai até 40 graus, o que potencializa alongamentos e intensifica a liberação de toxinas.
Uma prática para ambos os sexos

Uma prática para ambos os sexos

Flexibilidade é uma coisa que ajuda a fazer yoga e é onde os homens se sentem em desvantagem. Essa confusão no conceito sobre Yoga entre os homens tem crescido pelo fato de que o corpo das mulheres se adaptam a diferentes posturas de yoga mais facilmente quando compararado ao dos homens.

De acordo com estudos, homens tendem a perder flexibilidade mais cedo já no fim da adolescência. Homens costumam levantar peso nas academias ou correr quilômetros na esteira, para melhorar o nível energético e o tônus corporal. A maioria deles tende a focar em peito, ombros e braços; e eventualmente acabam ignorando os membros inferiores que são músculos das coxas, tendões, pernas e virilha.  Está é uma das razões porque os homens sentem dificuldade em se esticarem no tapete de yoga e preferem se manter distante da yoga.

Yoga funciona num nível físico e mental, lhe ajudando enquanto desempenha diferentes papéis durante o dia. Com a prática regular do yoga, homens também podem ter um corpo mais flexível e realizar posturas avançadas.

Destacamos os principais benefícios do yoga:

  • Melhora de forma considerável a flexibilidade, a postura e o equilíbrio.
  • Potencializa o desempenho sexual, evitando por exemplo a ejaculação precoce e disfunção erétil.
  • Diminui problemas como estresse, insônia e depressão.
  • Promove benefícios à qualidade de vida, por meio do autoconhecimento, do equilíbrio emocional, do bem-estar e da paz interior.
  • Fortalece a capacidade cardiorrespiratória e a resistência muscular.
  • Aprimora as capacidades cognitivas, como o foco, a memória e a concentração.
  • Suaviza odor corporal, já que pelo suor são eliminados toxinas e a cada aula você terá um cheiro mais suave.

O valor da Yoga para homens - tonusFazer yoga é uma maratona, não um pique de 100 metros. Para aproveitar seus benefícios você deve pensar nele como uma atividade de longo prazo, feita de forma freqüente e que forma parte da sua rotina. Fazer que teu corpo melhore de postura, de tônus, se estique e cresça, e entender melhor teus limites não acontece de um dia para outro. Persevere. Paciência e atenção em como respirar.

Fazer yoga tem evidentes benefícios físicos, mas o que realmente vale a pena é a mistura de esforço, superação e relax mental que o processo inteiro gera quando se faz de forma completa e contínua.

Boa prática.

Namastê.

😉

 

Fontes: Revista Exame – Mestre Sergio Santos – The Art of Living – Vivo Mais Saudável

Dicas de meditação pelo “guru do Google”

Chade-Meng Tan

Chade-Meng Tan

Empresas como o Facebook, o Twitter e o LinkedIn usam o treinamento para melhorar a qualidade de vida e o ambiente de trabalho de seus funcionários. O engenheiro Chade-Meng Tan é tão entusiasta do assunto que, depois de ministrar cursos sobre meditação para mais de mil colegas e lançar o livro “Procure Dentro de Você” (Editora Novas Ideias), ele se tornou o guru informal do Google, onde trabalha desde 2000.

Abaixo apresentamos uma entrevista com Meng, onde ele aponta dicas para alcançar uma melhor prática da meditação dentro do ambiente de trabalho.

  • Qual é a importância da meditação no ambiente de trabalho?

A meditação é como um exercício. Se você medita, vai ganhando aptidão mental e emocional. Com isso, todos os aspectos da sua vida melhoram, incluindo saúde, felicidade e produtividade. E, obviamente, para as empresas, é importante ter funcionários saudáveis, felizes e produtivos. Por isso, a meditação é tão importante.

  • Como isso funciona?

Alguns estudos já provam que a meditação pode melhorar, por exemplo, a resistência contra o resfriado. Além disso, as pessoas aprendem a lidar melhor com o stress e têm mais energia, logo se tornam mais produtivas. A felicidade também é um benefício importante, tanto em casa quanto no trabalho. Se o funcionário é feliz na empresa, ele trabalha com mais determinação e a organização prospera.

Tem também a criatividade. A meditação acalma a mente, deixando-a alerta e relaxada, o que cria condições para o pensamento criativo.  E, finalmente, a meditação é relacionada com a capacidade de ouvir os outros e melhorar os relacionamentos sociais. Portanto, quando a pessoa medita, causa menos atritos com outros funcionários.  Por isso, é uma vantagem tanto pessoal quanto profissional.

  • Não é irônico pensar que, em um ambiente competitivo como o do trabalho, as pessoas possam usar os benefícios da meditação para tirar vantagem sobre os colegas?

Isso é possível, mas só se o treinamento não for feito de forma correta. Se a meditação for direcionada apenas para a melhora da concentração, então o praticante pode, sim, usar essa aptidão para prejudicar os outros. Na tradição que eu venho [budista], temos uma palavra para isso: miccha samadhi, que significa “concentração errada”.

Um treino completo de meditação deve incluir sabedoria e compaixão, além da concentração. Sabedoria inclui o desenvolvimento de uma visão sobre as causas dos sofrimentos e das alegrias. Compaixão inclui a motivação de servir a um bem maior.

Se o praticante faz o treino completo, ele vai descobrir uma fonte de alegria que não depende de prazer sexual ou do ego. Isso significa que ele não vai mais precisar prejudicar ninguém para se sentir feliz, porque ele já é feliz através de caminhos saudáveis.

  • A meditação funciona para qualquer tipo de profissional?

Com certeza. Lembre-se de que a meditação desenvolve aptidões físicas e mentais como um exercício na academia. Não importa se você é um gerente ou um engenheiro, se você está bem fisicamente, vai trabalhar mais efetivamente. O bem estar emocional também pode ajudar qualquer carreira, independente do trabalho.

  • Qual é o melhor tipo de meditação para fazer no trabalho?

Existem maneiras muito práticas de se meditar no trabalho. Uma delas, é fazendo pequenas pausas mentais. Em outras palavras, descanse a mente por um período muito curto de tempo, mas frequente.

Você só precisa se concentrar na sua respiração, por apenas um suspiro, por exemplo. Só isso. A melhor coisa é que você não precisa parar de fazer nada do que você está fazendo. Você não precisa parar de trabalhar e ir para uma sala. Dá para fazer isso enquanto você estiver indo para o banheiro, ou esperando um programa do computador abrir. Isso traz benefícios a custo zero.

Para os gestores, outra boa forma de meditar é a prática da gentileza. A cada hora, durante dez segundos, escolha duas pessoas aleatórias e pense consigo mesmo: “Eu desejo que essa pessoa seja feliz, e desejo que essa outra também seja feliz”. Não precisa dizer nada, só pensar. Quando você faz isso com frequência, desenvolve um hábito mental, que, no caso, é o hábito da gentileza.

Namastê.

😉

Fonte: Revista Galileu

Para ler: O Casamento do Espirito

O Casamento do Espirito - opostosSinopse

Em 1971 na África do Sul, durante jantar com amigos, uma jovem artista sul-africana envolveu-se em uma discussão com seu marido (um médico) e seus convidados sobre os méritos da arte versus ciência. Em um ‘insight’, ela compreendeu que não havia uma diferença intrínseca entre ambas; que tanto arte como ciência provinham da mesma fonte e expressavam a mesma essência. Percebeu também que opiniões tão diversas estavam intrinsecamente ligadas às lutas de polaridadesfeminino-masculino, intuição-lógica, certo-errado – em um país marcado pela segregação racial.

Na manhã seguinte, enquanto pintava em seu estúdio, Leslie Temple-Thurston teve a compreensão clara de que seus insights da noite anterior eram verdadeiros. Encontrou-se em um estado denominado de Unicidade. À medida que documentava suas impressões, a Unidade inata que permeia todas as dualidades que conhecemos neste mundo foi tornando-se cada vez mais clara.

Leslie Temple-Thurston - autora

Leslie Temple-Thurston – autora

Após três semanas, enquanto ainda lutava com esses conceitos, ela descobriu que estava grávida de sua primeira filha e passou a se preocupar com questões mais imediatas. Após sua mudança para Los Angeles, Leslie começou a focar em sua jornada espiritual interna. Lendo os pioneiros da nova psicologia espiritual e trabalhando com dois líderes espirituais, Leslie Temple-Thurston conseguiu inserir sua experiência de Unidade no contexto das antigas tradições de yoga e nas modernas tradições espirituais.

Em Los Angeles, uma das cidades mais complexas e polarizadas do mundo moderno, que Leslie iniciou, segundo a tradição dos yogues indianos e tibetanos, sua “experiência de caverna”. Ela buscava manter a experiência de Unidade como um estado permanente. 

Depois de dois anos de total reclusão e profunda meditação, Leslie experimentou a completa dissolução de sua velha identidade e um profundo despertar espiritual. Em 1988, Leslie Temple-Thurston realizou seu primeiro seminário sobre o conjunto de princípios e técnicas de “processamento” usados durante e anteriormente à sua “experiência de caverna”.

As raízes desses princípios encontram-se em ensinamentos antigos de reconciliação e unificação de opostos, como no símbolo Yang-Ying do taoísmo chinês, na união de Shiva e Shakti do yoga tântrico, no princípio budista do equilíbrio, e até mesmo no Evangelho.

O Casamento do Espírito - capa livroNo entanto, as técnicas de “O Casamento do Espírito”, filtradas através do pensamento psicológico moderno e das experiências de vida da própria autora, renascem em uma forma original, simples e eficaz, destinadas especialmente para os buscadores contemporâneos da espiritualidade. O objetivo é recriar equilíbrio e harmonia na vida diária.

Leslie Temple-Thurston é uma mística contemporânea, que apresenta neste livro, importantes técnicas que nos ajudam a acelerar o caminho do despertar espiritual e a viver a verdadeira expressão de nossa natureza divina. Em um mundo marcado pela polarização, essa obra concede a esperança de um terceiro caminho, o da Unidade na diversidade.

Portas abertas para saúde: Celina Lemos

Portas abertas para a saúde - Celina

Trouxe na mala meu mat – Celina Lemos, aluna Espaço Virya

Queremos apresentar o real potencial do Espaço Virya, demonstrando suas atividades psicofísicas. Um convite para conhecer melhor nossa equipe, estrutura de atendimento e também, entender os principais motivos de nossos alunos buscarem nossa ajuda.

Celina Lemos mora em Recife, onde é médica residente em cirurgia geral. Durante um período em São Paulo, optou por aulas de Yoga para aliviar a “tensão pré-prova de residência”. Aqui ela nos conta mais sobre essa experiência em passagem por terras paulistanas.

Explique-nos um pouco sobre como nasceu o contato com a Yoga, tempo que conheceu nosso espaço e os principais motivos de procurar nosso apoio psicofísico.

Iniciei a prática de Yoga há mais ou menos nove anos, mas tive períodos intermitentes sem praticar. Principalmente pela dificuldade de conciliar meus horários no hospital e as aulas. Fui aconselhada a praticar Yoga durante o período de vestibular, melhorando minha concentração e diminuindo a ansiedade durante aquela fase de minha vida. 

Moro em Recife, mas venho à São Paulo mensalmente. Nesse mês de novembro tirei férias e conciliei meus estudos para fazer provas para concorrer à uma residência médica aqui na cidade. Assim, tive a ideia de trazer a Yoga de novo para aliviar o stress que temos no período preparatório para esse processo.

Sempre que venho para cá, fico hospedada próximo ao Espaço Virya. Então, me programei para realizar Yoga durante esse tempo e trouxe na mala meu mat (tapete de Yoga).

Quais são os benefícios adquiridos durante esse período na prática de Yoga? O que essa atividade trouxe para seu cotidiano?

Yoga é extremamente prazerosa e, com o tempo, comecei a notar os benefícios da prática em meu corpo e mente.

Fiquei encantada com a prática de yoga e acredito que me ajudou muito. Conquistei meu objetivo, já que me mantive mais tranquila, serena e concentrada; além de me sentir com um preparo físico melhor.

Na verdade, a yoga é ideal para todas os momentos, sempre. A única dificuldade está em manter uma prática constante e permanente com minha vida agitada.

Claro, que não podemos esquecer da orientação de um profissional capacitado, pois são muitos detalhes de atenção em cada postura.

Namastê!

😉