Espetáculo “Oe” transita entre o sonho e a memória

Espetáculo Oe - capa

 Espetáculo aborda autossuperação

A peça “OE” é um solo com dramaturgia inédita e inspirada na obra do escritor japonês Kenzaburo Oe. Toma como referência, em específico, o livro “Jovens de um novo tempo, despertai!”. O espetáculo não dramatiza essa ficção do autor nipônico, mas encontra nela impulso para a abertura de imaginários.

Na história, ao reconhecer a possibilidade iminente da morte, um homem escreve para o seu filho primogênito, que possui severa deficiência intelectual, um livro contendo a definição de todas as coisas existentes no mundo. Neste projeto urgente e impossível, nasce um sonho: no dia da sua morte, toda a sua experiência acumulada fluiria para o espírito inocente do garoto.

Espetáculo Oe - Ator Eduardo OkamotoA peça nasce a partir da busca das origens nipônicas do ator Eduardo Okamoto e tem texto do dramaturgo Cássio Pires.

Pelo romance autobiográfico, Kenzaburo Oe recebeu o Prêmio Nobel de Literatura em 1994. Para o espetáculo usa-se as passagens de autossuperação da obra, abrindo espaço para caminhos que transitam entre sonho e memória, palavras e silêncios. No livro, o autor fala da enfermidade do filho, que só desenvolveu a falar depois dos seis anos de idade, aprendendo com o som dos pássaros.

Serviço:

  • Onde: Sesc Consolação – Espaço beta – 3º andar – Rua Dr. Vila Nova, 245 – Vila Buarque – Centro. Telefone: 3234-3000.
  • Ingresso: R$ 6 a R$ 20. 
  • Quando: Segunda à quarta às 20h – Até 3/6
  • Classificação: 12 anos

😉

 

Fontes: Guia da Folha / Festival Teatro Curitiba

Marina De La Riva canta Dorival Caymmy – São Paulo

Marina de la riva canta Dorival Caymmi - capaA cantora Marian De La Riva sobe ao palco para uma série de shows, comemorando o centenário de nascimento de Dorival Caymmi. Será no Teatro do Sesc Bom Retiro (Alameda Nothmann, 185 – São Paulo) e tem três datas programadas: 10.04 (sexta) às 20h, 11.04 (sábado) às 19h e 12.04 (domingo) às 18h.

Nessa homenagem, a cantora carioca interpretará obras do compositor baiano que falam sobre amor, folclore e o mar, além de toadas e sambas como: É doce morrer no mar, Vestido de bolero, Acalanto, Você não sabe amar, entre outras.

Para adquirir ingressos, acesse a página do Sesc

Biografia – Marina de la Riva é uma intérprete brasileira de alma cubana. Seu pai e seu avô são cubanos que fugiram da ilha após a ascensão do ditador Fidel Castro. A família mudou-se inicialmente para Miami e depois para o Brasil – mais precisamente Campos, cidade do interior do Rio de Janeiro onde Marina nasceu, em 1972.

Em 2004 ela viaja até Cuba para gravar seu disco de estréia com o título “Marina de la Riva”. Lançado apenas em 2007, neste álbum ela gravou um repertório de clássicos cubanos, acompanhada por músicos locais.

Bom show.

😉

Exposição “Mafalda 50 Anos” em São Paulo

Exposicao Mafalda 50 anos - capaA personagem Mafalda começou a ser publicada em 1964, uma época dura e sombria na Argentina (e no mundo). Mas com sua postura inquieta e questionadora, a personagem criada pelo cartunista argentino Quino, conseguiu driblar essa atmosfera e trouxe à tona perguntas que foram capazes de iluminar novos caminhos e apontar para outra direção.

Um convite para entrar no mundo dela

Um convite para entrar no mundo dela

Ao lado de outros personagens – Manolito, Susanita, Miguelito, Filipe e seus paisMafalda protagonizou momentos de descoberta do mundo e suas diversas nuances.

Lúcida, crítica, enfática, audaz… uma personagem tão simples quanto profunda. Marcou gerações com suas ideias e inquietações. Mafalda é talvez a personagem em quadrinhos mais popular da historia da Argentina. Foi traduzida para 26 idiomas e foi eleita uma das dez mais influentes personalidades argentinas dentro do século 20.

Em comemoração pelos 50 anos de Mafalada a cidade de São Paulo recebe a exposição “O Mundo Segundo Mafalda”. Isso após uma bem sucedida temporada em sua terra natal, onde passou pelas cidades de Córdoba e Buenos Aires.

Exposicao Mafalda 50 anos - vitrola e Beatles

Mafalda adora Beatles

A mostra foi criada com foco nas crianças mas emociona inclusive os adultos, principalmente, aqueles que tiveram contato com as tirinhas da personagem na sua juventude. Um convite para enxergar o mundo pelo olhar deste personagem, entrar em sua casa, seu quarto, entender a relação dela com seus pais e amigos.

Com entrada gratuita e num ambiente amplo, os visitantes podem acompanhar mais da historia dessa “jovem senhora”. São 12 espaços que contam o nascimento das tirinhas, oficina criativa para crianças, Mafalda e a TV, direitos das crianças, galeria de tiras, os gostos e desgostos de Mafalda, entre outros temas.

Acontece no espaço Praça das Artes, que fica na Avenida São João, 281 (Centro / São Paulo). Para ir de Metrô, desça na estação São Bento (Linha Azul), ou na estação Anhangabaú (Linha Vermelha). Aberta das 09:00 as 20:00, fica até 28 de fevereiro (sábado).

Boa diversão!
Namastê.

 

Local da mostra

Local da mostra